12/10/17 - Supercopa

Único campeão da Supercopa, Sada Cruzeiro reitera hegemonia nacional com o terceiro título

O título conquistado pelo Sada Cruzeiro em cima do EMS Taubaté Funvic nesta quarta-feira, 11/10, com a vitória por 3 sets a 1, evidencia, novamente, a supremacia cruzeirense no país. Criada em 2015 para marcar o confronto entre o campeão da Superliga e o vencedor da Copa Brasil, a Supercopa conheceu apenas um dono até o momento: o Sada Cruzeiro.

No ano de estreia, o adversário celeste foi o mesmo de 2017: o Taubaté. Em Itapetininga, interior de São Paulo, os cruzeirenses ficaram com a taça em uma vitória por 3 a 0. Já na edição passada, de 2016, foi o palco da conquista que coincidiu com a atual. Também em Fortaleza-CE, a Raposa bateu por 3 a 1 o então Vôlei Brasil Kirin – hoje Vôlei Renata – para chegar ao segundo troféu. E o tricampeonato alcançado nesta quarta-feira foi muito comemorado pelo elenco.

Leal ressaltou a agenda cheia do time – Fotos: Ana Flávia Goulart/Sada Cruzeiro

O cubano Leal falou da consistência apresentada pela equipe nos últimos anos. “Nosso grupo é muito forte. Nos últimos seis anos a gente vem cumprindo os nossos objetivos. Ganhar é sempre muito bom, para o time, para os patrocinadores e as pessoas que acreditam nessa equipe. Agora não há muito tempo para comemorar, pois sábado já temos jogo em São Paulo e temos que estar concentrados para iniciar bem mais uma temporada da Superliga”, disse Leal.

Nico Uriarte já levantou três troféus com a camisa estrelada

A taça da Supercopa aumenta a galeria de troféus e também amplia as marcas do Sada Cruzeiro. Desde 2010 a equipe disputou 35 campeonatos oficiais, chegou a 32 finais e somou 28 títulos.

Para o levantador Nico Uriarte, que comandou muito bem o ataque celeste, foi o primeiro título nacional em terras brasileiras. “Ganhamos o Mineiro no fim de semana e agora essa Supercopa, que é para mim o primeiro título nacional. Fico muito feliz de seguir melhorando, crescendo com todo esse grupo maravilhoso. Temos que conseguir manter esse nível alto o máximo que conseguirmos. Agora é colocar a cabeça na Superliga, para iniciarmos a competição da melhor maneira. Estou muito feliz de defender esse time ganhador”, disse.