06/05/18 - Superliga

Time celeste fecha a temporada vitoriosa com cinco títulos conquistados

Para encher uma mão! É esta a contagem de troféus levantados pelo capitão Filipe junto ao grupo do Sada Cruzeiro em 2017/18: cinco. Com a grande exibição deste domingo, 06/05, diante do Sesi-SP, o plantel cruzeirense fechou a temporada com o quinto título somente neste ciclo e o seu sexto de Superliga.

Dos seis torneios disputados pela Raposa, somente um escapou: o Mundial de Clubes na Polônia, onde conquistou a medalha de bronze. A sequência de taças erguidas começou em outubro do ano passado, com a conquista do octacampeonato Mineiro. Em seguida, ainda em 2017, veio a Supercopa vencida em Fortaleza. Já em 2018, o tricampeonato da Copa Brasil chegou também com um triunfo sobre o Sesi-SP, antes da conquista do pentacampeonato Sul-Americano em Montes Claros.

Capitão Filipe agradeceu a torcida que fez mais uma grande festa – Fotos: Agência i7/Sada Cruzeiro

“Nosso time é muito focado, nós passamos por nossas dificuldades, mas nossa equipe tem maturidade. É um grupo que está acostumado a jogar junto há bastante tempo e a crescer nas decisões. É um orgulho enorme vestir essa camisa, representar uma instituição séria como a nossa e poder trazer alegrias para a nossa torcida, que sempre faz um espetáculo na arquibancada como fez hoje”, comentou o capitão cruzeirense Filipe.

O hexacampeonato da Superliga também dá ao Sada Cruzeiro a folga na liderança do ranking dos maiores campeões da história da principal competição nacional. Atrás da Raposa, estão Cimed e Minas Tênis Clube, com quatro troféus cada um. E depois de ocupar o pódio desde 2013/14 sem deixar a primeira colocação, o clube estrelado é o primeiro a conquistar cinco títulos consecutivos do torneio.

Isac comemorou a força do clube que chegou ao quinto título da temporada

Para o central Isac, o time mostrou novamente porque conquista tantos títulos, ano após ano. “O sentimento é de dever cumprido. Uma equipe vencedora, que briga o tempo todo, por todos os pontos. Acho que a equipe toda está de parabens. O projeto é muito bem feito, porque a gente sabe o quanto é difícil se manter lá em cima. Sabemos que temos muitas competições e acho que é nisso que a gente se motiva, porque queremos ganhar todas, porque é gostoso demais chegar nas finais. Estamos todos de parabéns. Muito orgulho de estar aqui hoje, por tudo o que fizemos”, disse o camisa 12.

Desde 2010 o Sada Cruzeiro somou 31 títulos, em um total de 35 finais dos 39 campeonatos que disputou.