05/05/18 - Superliga

Sada Cruzeiro enfrenta Sesi-SP no Mineirinho, em busca do hexacampeonato

A bola sobe bem cedo na manhã deste domingo, 6, no ginásio do Mineirinho, quando Sada Cruzeiro e Sesi-SP jogam a partida dois da final da Superliga Cimed 2017/18. O duelo que vai definir qual é o melhor time de vôlei nacional começa às 9h e tem transmissão ao vivo da Globo e Sportv. E para o time celeste, que vai lutar pelo hexacampeonato e o quinto título consecutivo, apoio não faltará nas arquibancadas, pois todos os ingressos para o confronto decisivo estão esgotados.

Depois do triunfo por 3 a 2 na primeira partida em São Paulo, o esquadrão azul tem a vantagem no placar e uma vitória simples dá o título ao Sada Cruzeiro. Em caso de um empate as equipes disputam um set extra, de 25 pontos.

A semana foi intensa para o time celeste, que realizou quatro treinamentos no ginásio da Pampulha, além de atividades no CT do Barro Preto. E nos últimos dias o treinador Marcelo Mendez também priorizou o descanso e recuperação do elenco, que teve uma reta final de campeonato bem agitada.

Time celeste entra em quadra para brigar pelo hexa neste domingo – Renato Araújo/Sada Cruzeiro

“Tivemos muitas partidas, confrontos decisivos, e isto foi importante para o nosso ritmo de jogo. Agora já estamos prontos para disputar esta outra e decisiva final. Na primeira partida em São Paulo nós trabalhamos muito bem nosso bloqueio e a nossa defesa, e creio que podemos melhorar nosso ataque e nosso saque. O importante é fazermos nosso 100%”, reforçou o treinador.

Para o capitão Filipe, o grupo está muito determinado e encontra uma motivação extra pelo fato de jogar em casa. “Nós estudamos muito o Sesi-SP, então acho que se a gente tiver consciência, tranquilidade de fazer o que a gente vem fazendo durante todo o ano, as coisas vão favorecer o time. O Mineirinho é um ginásio épico, treinamos aqui desde terça-feira, para pegar as referências. E eu sei que o ginásio estará lindo, com a Nação Azul nos prestigiando, acho que vai ser um jogo digno do melhor voleibol do mundo, com duas fortes equipes em quadra. Vai ser um jogo difícil e a gente espera sair com uma bela vitória, para poder presentear os nossos torcedores com mais esse título”, disse o capitão Filipe.

Simon ressalta a força da torcida como uma grande arma na final

O central Simon também destacou a força que virá da arquibancada. “A nossa torcida faz muito barulho, é contagiante e realmente faz diferença. Estamos preparados e concentrados para fazer o nosso melhor jogo nesta partida, o mais bonito espetáculo. Creio que em uma final não existe favoritismo, não tem jogador mais forte que o outro, simplesmente há seis jogadores de cada lado da quadra. E temos que jogar com o coração para conseguir a vitória. É o resultado de toda uma temporada e vamos com tudo”, afirmou o camisa 10.

Esta é a 8ª final consecutiva da Superliga para o Sada Cruzeiro. E pela quarta vez o adversário na decisão é o Sesi-SP. O time paulista venceu em 2010/11 e depois foram dois títulos para o Sada Cruzeiro, em 2013/14 e 2014/15, sendo que em todas as ocasiões o palco da final foi o Mineirinho. O ginásio também recebeu a decisão do ano passado, contra o Funvic Taubaté.

Informações úteis

Os portões do ginásio do Mineirinho serão abertos às 7h neste domingo.

A entrada dos torcedores para a arquibancada será feita pelos portões 401 e 402. Para o setor de cadeira o acesso é pelos portões 304 e 300. Os torcedores que adquiriram o ingresso da área Vip têm direito ao estacionamento, com entrada pelo portão 2 (Av. Chafir Ferreira), com entrada exclusiva pelo portão 302 do Anel Interno.

Para pessoas com mobilidade reduzida que ficarão no setor cadeira o portão 300 é o melhor acesso. Para a arquibancada pode ser pelos portões 401 e 402.

Crianças de até dois anos e 11 meses não necessitam de ingresso. Para crianças com idade a partir de 3 anos houve distribuição de bilhetes de quantidade limitada e a carga já está esgotada.